Oração, fé, esperança, e ação!

Oração, fé, esperança, e ação!
Viver o agora!!

sábado, 29 de outubro de 2011

PALAVRAS... O PODER DE CRIAR

Tuas palavras são crianças prontas para andar
Viajar caminhos longos, muitos destinos influenciar
Podem vir as pressas, sem planejar, 
Podem ser pensadas,  para direcionar
Só você pode educá-las para fazer o bem
Ou mostrarão a todos, todo o mal que você tem
Pense, sinta, e só depois fale o que você crê
Tuas palavras criam um mundo, que seja então bom pra você
Cuide... e vigie... já dizia JC...
Não fale o que escutar, mas sinta dentro de você
Cada vez que um som soar, que venha do coração
Sem julgar, sem cobrar, ou fique mudo então..
Cuide das palavras e cuidará do mundo
Pois no fundo o criador é você 

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

A fragilidade que fortalece!




A fragilidade do corpo fortalece a alma...
A evolução da consciência enobrece e acalma
Quase sempre no sofrer aprendemos a viver
É longo o caminho para acordar depois de nascer
É preciso sentir a morte para saborear a vida
E rezar por mais uma chance, adiando a partida
Abençoados aqueles que já nascem acordados
Vivendo o momento não o futuro nem o passado
E não adormecem anestesiados pelo sistema
Nem se corrompem em ambições, dilemas
Agradeça por mais uma chance no sofrer
Pois para quem dorme, nem é preciso morrer
Mas para quem sofre pode ser a hora de viver
Acorde para a vida, agora é o momento!
Conheça sua alma para não esquecê-la no tempo
Faça para a eternidade nem para depois nem para antes
Viva de verdade e sinta cada instante, construa sua eternidade!

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Voar e acordar!



Voar e sonhar utopias da alma
Presente que acalma, permite amar
Nas cores do céu me vejo no mar
Nos sons do vento me ouço no tempo
Nenhum pensamento paira no ar
Só vivo o presente sentindo o olhar
Voar sem azas carrega a esperança
Sem limites, mentiras, culpas, cobranças
Não cultive lembranças, viva dançando
O som da paz é você quem traz
Letra da oração e melodia do coração
Acorde vivendo e durma sonhando
Viva voando e se encontre amando
Tudo que se tem é o segundo do agora
Se pensar já perdeu, passou, foi embora
Voar é viver, é sentir o sonhar
Voar com esperança é mais que pensar. 
Unindo ao sonhar é o que nos faz acordar
Voar pra acordar e viver pra sonhar...

segunda-feira, 25 de julho de 2011

DÚVIDA...



Como um arbusto em terra seca
Minha alma vai murchando
Cada gota que se vai é uma lágrima que cai
Nada em vista além da terra, que me prende ao seu tormento
E por isso, só lamento saber o que não queria
Meias verdades, sem maldades, sem bondades...
A dúvida abafa a alegria e inquieta o coração
Só resta a oração e a fé que ainda tenho
Nada de dor nada de amor, só incerteza e calor...
Toda água e toda sorte, agora já não há
Sobraram galhos p’ra aparar e minha terra p’ra chorar
A dúvida paralisa e dispara as emoções
Muita ira sem culpados, muita culpa sem acusados
Muito medo de parar de pensar “parado”
Meu alimento a esperança já se esqueceu de mim
E sem todas as minhas forças me sinto assim:
Sem saber qual caminho escolher e andar
E com tantas contradições e limitações, ao menos ainda consigo chorar...

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Qual a sua escolha?

Você escolhe... 
se vai lamentar por acordar cedo, no frio, trabalhar,
ou se vai iniciar com um lindo "obrigada" por mais este dia!
Você escolhe...
Fechar a cara, resmungar e reclamar do transito, do tempo, da vida,
ou sorrir e cumprimentar as pessoas, compartilhar a gratidão por saber onde ir, o que fazer e ter como fazê-lo.
Você escolhe...
Rejeitar a ligação de amigos ou de seus pais que há dias não vê, por falta de tempo e paciência,
ou retribuir a atenção e o carinho merecido e dedicado por anos!
Você escolhe...
Ignorar as maldades e sofrimentos, já que você é só um entre milhares,
ou ser um exemplo e fazer diferente, o suficiente para ser a exceção!
Você escolhe...
Culpar a Deus pelos desastres e maldades
Ou orar e reconhecer que da luz, só vem bondade!
Você escolhe...
Ignorância ou esperança...




domingo, 12 de junho de 2011

Dia de muitas coisas...

Dia de namorar
Dia de sorrir e de chorar
Existe um dia permitido,
para soltar o sentimento reprimido
P'ra alguns dia de dor
P'ra outros noites de amor
Qual sorte te espera?
Quem dera não chorar por ter alguém
E sorrir por não ter ninguém...


quarta-feira, 8 de junho de 2011

A ILUSÃO TEM MUITAS CARAS...SEMPRE LINDAS...


DESILUSÃO

Por dias chorei, lágrimas de muitas coisas.
Como dói só sei sentir, por ser assim tão ingênua.
Coisas que ficam feias, pequenas, perdem o encanto.
Destroem o que planta, o amor e a pureza.
Que tristeza lidar com a realidade...
Não é maldade de ninguém, sou eu quem às vezes não a tem
Sou uma “boba na cidade” enxergando a verdade que “eu” quis ver
Ninguém é obrigado a dizer o que preciso ouvir,
Mas assim, é querer provar de mim só o que podem ver,
Quem me olhar assim, jamais terá de mim o melhor que posso ser.
Ao menos vi, e agora mais uma vez aprendi...
O olhar pode mentir e a ilusão machuca o coração. 

terça-feira, 24 de maio de 2011


Guarda-me!

Anjo da minha guarda, sinceridade de criança,
E pelas mãos a alma dança, doçura ingênua,
Sente-se na voz o coração, ternura esperta,
Desperta emoção, desejos, aplausos e encanta,
Como canta!!!!!!
Amável pessoa, amado és, com inteligência incomum,
Em “quase” momento algum, perde o sorriso, a alegria,
Que contagia os corações que se permitem.
Encantou-me!!
Enfim, te encontrei “morando em mim”!!
Descrevê-lo com palavras é pouco,
Talvez melodia e poesia, quem sabe?
Na verdade, só uma vida de momentos nos faz saber,
O quanto é bom te conhecer!!!

domingo, 1 de maio de 2011



Que dias são estes?
A cor do céu já não é mais azul
O mar não mais representa um refúgio
O sol mais que esquenta, machuca
O homem nem nasce e já morre, 
Outro não morre mas mata
O solo padece com o que parece ser bom
E o dom que é de Deus nem parece divino
Que destino é esse que parece encurtar o tempo
Que rouba as forças, traz lamentos
Tanto sofrimento que se torna comum
A natureza se espanta reclama e clama por piedade
Os povos mortos de saudades dos dias de paz
Só encontram verdades frias e maldades
Sem perdão, sem bondade sem sentimentos...
Enquanto tudo muda em cada um, motivo algum muda "o sistema"
Já que "ele" não tem coração e não sente a solidão 
E não olha nos olhos, nem chora..
Nem lamenta, muito menos consola...
Pois p'ra "ele" nada muda...

terça-feira, 19 de abril de 2011

Maddi Jane - Just The Way You Are Cover (by Bruno Mars)





É sentimento divino, som dos Deuses.
Cabe aos anjos sentir, e ao homem ouvir.
Saber admirar, respirar e chorar...
Na certeza da inocência que vem dos céus.
É o dom mais sublime, que simplesmente se tem.
Vive no coração, admirável, em alguém.
Que em cada pulsar "contamina" um olhar. 
E cada vez que canta surpreende a perfeição.
Riqueza daqueles que divinamente a tem.
Desperta emoções, momentos de luz.
Encontro com quem conduz toda a beleza. 
E irradia nobreza sem coroa nem espada.
É voz de cura, brindada com amor e pureza.
  

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Mar aberto


Mar aberto, em mim
Uma visão do azul,
O começo sem previsão do fim,
A amplitude dos sonhos e ilusões,
Sem pudor nem restrições,
A imagem sem limites,
Onde os passos são inúteis,
As idéias fúteis ganham outro sentido,
E o que é escondido vira tesouro,
Onde o ouro, pouco valor tem
Mar aberto, enfim,
Não cabe em minha mão,
Mas em meu coração,
Sim!

terça-feira, 12 de abril de 2011

Sozinho... com você


Sozinho... com você

Algum dia você conhecerá a solidão,
Pode ser hoje, ou bem mais tarde,
E saberá então, se sua companhia o agrada ou não,
Se seu amor é o bastante para ser seu melhor amigo,
Ou se enfim, irá se "entregar" ao primeiro que te abraçar... 
Às vezes é preciso se ouvir,
Esquecer os outros, é o primeiro passo!
Sentir a paz do silêncio, mostrar a si o quanto és único,
Saber que sua companhia pode ser uma bênção!
Deus o fez a Sua semelhança, mas diferentes de todos!
Solidão só é sentida por quem não se apresentou!
Mas quem pode fazê-lo, senão você?
Essa descoberta é uma verdade encoberta.
Faz com que procures nos outros o que os outros buscam em você,
O melhor de você para alguém, é só um pouquinho do melhor que você tem!
Insista em se conhecer, em se amar, em se compreender,
Se permitir, se perdoar!
“Perca” seu tempo com você mesmo.

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Arrepender-se....


Arrepender-se

Quem sabe o quanto dói viver na culpa?
Arrepende-ser é a conseqüência do ato, mas não muda o fato.
Pode alterar no momento o sentimento de quem pede.
Mas quem recebe é outra história!
Na memória de quem faz, só fica o pedido:
Perdão?
O que pretende então?
Fugir da culpa por medo?
Seu tormento, desde cedo, são os fatos do depois.
Nem por amor, nem por bondade... Seu momento é de maldade!
Não é sincero o seu pedido,  pede por estar perdido.
Por medo das conseqüências, egoísmo... 
E as evidências dentro do seu coração,
Mostram que meu perdão, não alivia sua alma.
Apenas acalma as “torturas” de seu ato.
Sem decência, é esse fato que mudou você pra mim!
E agora, digo sim, o que é pedir perdão:
É mostrar que a razão, quem a tem, não importa.
É bater na porta com o coração na mão.
Não com medo da solidão, mas com 1000 quilos de consciência!
Que mostram na aparência do homem abatido,
O quanto está arrependido pelo sofrer  “de quem ama”.
Não por sua dor, mas por amor a quem fez sofrer.
Sendo o pedido, não pelo seu lamento,
Mas pelo tormento que o fez saber
O quanto machucou, o coração de quem “o amou”.     
  

terça-feira, 15 de março de 2011

Doar e receber
Multiplicar o carinho
Nem um pouquinho de maldade
Nem mentiras, só verdades!
Tanto olha, tanto sente,
Surpreende, é contente
Faz feliz um coração
Sem esforço, sem perdão
Sem condições nem lamentos
É amor o sentimento incondicional
Nada de "animal"
Pura sensibilidade, pelo e coração
É "p'ra sempre" o amigão!

sexta-feira, 11 de março de 2011

Nossa Gaia...

Quando gaia falava não se ouvia
Quando gaia chorava não se sentia
Quando resolve  gritar e fazer gritar
Tantos inocentes, poucos culpados
Tantas vozes, não maior do que a dela
Mentes criminosas culpam ela
Poucos percebem a necessidade de criar
É tempo de renovar, é tempo de chorar,
Tempo de pagar, de padecer para evoluir
Ainda com esperança de que gaia,
Nos permita viver um tempo de sorrir..

quinta-feira, 10 de março de 2011

Amigo! "Poder falar sobre o significado dessa palavra é dar graças a Deus por ter amigos de verdade"


Amigo!

Quem sabe o quanto és importante?
Não é fácil responder, melhor é viver e ver então.
São tantas memórias e histórias, contadas com lágrimas no olhar!
Só de pensar me aperta o coração.
Emoção?
É alegria, felicidade!
Por ter encontrado entre tantos, um amigo de verdade.
Raro e sincero, um amor eterno que melhorou minha vida,
E com as palavras mais lindas, não consigo descrever o que é viver essa amizade.
Amigo do peito, da perna, do coração, da minha história,
Você é minha memória viva!
Sabe dos meus passos, dos meus erros,
Da minha alegria compartilha, comigo apanha, aprende,
Sabe o que sinto pelo olhar, sabe o que quero antes de pensar,
Sabe quem eu preciso abraçar.
Me conforta, não se importa em aturar chatices, nem lamentos.
As vezes é professor, outras aprendiz,
Critica, mas não condena o que faço.
Jamais me nega um abraço!
Nunca deixa de ser meu amigo,
Por que amigo és!                         

quarta-feira, 9 de março de 2011

Descobrir quem sou pelas palavras...


Palavras!
O quebra cabeça de minha vida
Cada frase é uma saída no labirinto que criei
Qual a certa? Acho que sei que a hora não é agora
Esta perto da hora, mas vou escrever mais um pouco
Nessa ,ou fico louco ou acho a saída!
A solução p’ra minha vida e p’ra que eu possa escrever
Sem medo de depois ler, e reviver uma ilusão
Cada palavra é então, uma parte do caminho
Não sei se quero sozinho ou se consigo com alguém
Ainda não sei bem qual a verdade dos fatos
Mas sei que "mato" um pedaço de mim
Cada vez que fico assim, sem saber o que escrever
Eu quero e preciso ter uma fonte p’ra inspiração
Mantendo meu coração ocupado em criar poesia
Enquanto busco minha alegria por frases e oração.